Viagens de Vingança. Como é que estas viagens podem impactar o Alojamento Local.

Sabia que estas viagens são uma tendência para 2022? À medida que as taxas de vacinação, contra o vírus do COVID-19, aumentam e as restrições diminuem há um ponto comum na mente de todos nós – viajar!

E são viagens de vingança porquê?  Depois de dias e dias de confinamento com sucessivos cancelamentos de férias, fins-de-semana prolongados, idas a eventos como casamentos ou reuniões familiares, ficámos todos com mais vontade de viajar, de voltar ao mundo. As viagens passaram a ser vistas como um acto de compensar não só o tempo mas também as experiências e as oportunidades perdidas, tornando o impulso de viajar mais forte comparativamente ao período que antecedeu a pandemia.

Toda esta conjuntura levou a que fosse reavaliada a importância das viagens nas nossas vidas. A pandemia provocou uma redefinição das prioridades, e as viagens subiram ao topo da lista.  A chance de poder voltar a explorar novos destinos e culturas parece ser a melhor vingança contra a pandemia.

Mas afinal quem procura um Alojamento Local para viagens de vingança?

Algumas pessoas ainda estão cépticas em relação a viajar e o que isso implica durante uma pandemia, no entanto outras estão inquietas por fazê-lo.  Mas afinal quem é que fica em casa e quem procura viagens de vingança? Estes são os quatro principais grupos de viajantes que emergiram durante a pandemia.

Millennials

No topo da lista das suas prioridades está viajar.  São a geração que mais viaja pelo mundo e estão por isso mesmo também na vanguarda das viagens de vingança. Ávidos por vivenciar o momento e por novas experiências foram ainda os pioneiros nas estadias em alojamentos locais. Segundo um estudo da Booking.com, realizado o ano passado, 78% dos millennials tendem a escolher opções sustentáveis de viagem enquanto planeiam e reservam a sua próxima viagem.

Nómadas Digitais

A possibilidade de trabalhar em qualquer parte do mundo está a ganhar cada vez mais adeptos, tendo-se assistido mesmo a um boom durante a pandemia. São oriundos de todos os cantos do mundo e trabalham de forma remota, sem qualquer tipo de vínculo a uma localização ou a horários fixos. O nómada digital trabalha enquanto viaja a conhecer o mundo, sendo considerado já por muitos como um modo de vida.

Portugal consta da lista de consulta de todos os nómadas digitais nos últimos 10 anos. Pelas características muito próprias que oferece é um dos destinos mais escolhidos pelos nómadas digitais para as suas estadias: custo de vida mais acessível, acesso a tecnologia, clima, praias, locais de diversão e gastronomia,  tudo isto combinado com uma hospitalidade ímpar.

Colaboradores em Regime de Teletrabalho

Conciliar trabalho, aulas online e tarefas domésticas eleva o índice de saturação de um grande número de famílias durante a pandemia, por tudo acontecer no mesmo lugar, a sua casa. Partir em busca de espaços que lhes permita continuar a trabalhar em segurança e no qual possam usufruir de todas as comodidades, faz disparar as viagens de vingança e a procura de unidades de alojamento local longe dos grandes aglomerados populacionais.

Turístas Nacionais

Partir à descoberta do próprio país é também uma tendência das viagens de vingança. Há um grande número de pessoas que prefere deslocar-se a nível interno, por se sentirem mais seguras, do que viajar para o estrangeiro. Conhecer mais e melhor o país provocou um crescente interesse até mesmo por locais menos explorados. A escolha recai em sítios mais  sossegados e menos frequentados e com espaço para realizar actividades ao ar livre. A opção de descobrir melhor o país, fazer umas mini férias ou aproveitar os fins-de-semana, por exemplo, para realizar uma escapadinha representa, para muitos turistas nacionais, a vingança ao isolamento provocado pela propagação do vírus da COVID-19.

Como preparar o seu Alojamento Local para receber Turismo de Vingança

Marque presença nas plataformas mais populares

Plataformas como o AirbnbBooking.comHomeAway e TripAdvisor são os principais sites agregadores de reservas para unidades de alojamento local. Em geral, a publicação dos anúncios é grátis, mas é cobrada uma comissão. A presença global, em mais de 190 países, faz com que estas plataformas sejam a ferramenta de pesquisa eleita por milhões de viajantes, em todo o mundo. O atendimento 24 horas, 7 dias por semana, e em várias línguas, aliado à facilidade de pagamento e oferta de alojamento aos melhores preços, são os principais atrativos para os turistas.

Posicione-se no mercado

Para além de anunciar a sua propriedade em plataformas como por exemplo o Airbnb, também é importante criar o seu próprio site para ter um controle total do seu negócio. Se um utilizador quiser saber mais sobre os serviços que disponibiliza, um site é o local ideal para encontrar essa informação, além de poder comunicar diretamente com potenciais hóspedes. Com o seu próprio site, pode personalizá-lo e adicionar qualquer conteúdo que considere relevante para uma viagem de vingança. Otimize o seu conteúdo para SEO, crie páginas para os seus protocolos de limpeza Covid-19, faça uma lista de atividades para famílias e mencione quaisquer comodidades ou serviços relevantes.

Reinvente o espaço

Desenvolva novas utilizações para o seu espaço. Crie uma área confortável, ou proporcione uma sala em exclusivo, onde possam decorrer as reuniões virtuais de trabalho ou as aulas online. Procure soluções que possam conferir alguma privacidade, com luz natural e mobiliário confortável. Lembre-se que mais do que um membro da família pode precisar de espaço de trabalho. Tenha ainda em conta que as crianças, em idade escolar, podem precisar de uma área para fazer os trabalhos escolares e de se conectar às salas de aula virtuais.

Crie experiências memoráveis

Os turistas de “vingança” procuram alívio ao stress causado pela pandemia, por isso têm como objectivo encontrar experiências que os façam viver uma agradável pausa. Estabeleça parcerias com entidades locais que possam oferecer actividades complementares, levando os turistas a aproveitar quer os espaços quer os produtos da região.

Confira mais autonomia aos seus hóspedes

Ao gerir uma ou mais propriedades de alojamento local, tem certamente gastos com deslocações por cada vez que vai entregar pessoalmente as chaves. Com as fechaduras inteligentes homeit tem a possibilidade de efectuar o check-in sem chaves 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Abra a fechadura da porta  remotamente, através do uso de um smartphone ou enviando os códigos de acesso temporário aos seus hóspedes. Com este sistema de abertura inteligente pode fazer a gestão de vários alojamentos em simultâneo, evitando risco de perda ou troca de chaves. Dê mais autonomia aos seus hóspedes, ao permitir que possam chegar no horário que lhes é mais conveniente.

A homeit disponibiliza uma gama de fechaduras inteligentes capaz de o auxiliar no seu dia-a-dia. Aliadas à homeit BOX + app, permitem uma abertura de portas à distância, através da atribuição de códigos digitais, pessoais, permanentes ou temporários e de uma plataforma de gestão de propriedades, em caso de possuir mais do que uma unidade de alojamento local.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.